UCAN forum

Primeiro Forum criado por Informáticos Angolanos, destinado à informáticos de todos os níveis, tendo como principal foco o ramo da PROGRAMAÇÃO.Tutoriais, Exposição de dúvidas, Notícias e muito mais...
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 windows vamos aprender mais um coxe 3

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
JomarB

avatar

Masculino Número de Mensagens : 49
Idade : 27
Localização : Luanda, Angola
Emprego/lazer : Programar
Data de inscrição : 12/05/2008

MensagemAssunto: windows vamos aprender mais um coxe 3   Ter Maio 27, 2008 7:59 pm

COMMAND.COM

Este arquivo é o interpretador de comandos padrão do MS-DOS e demais sistemas da Microsoft, mesmo os mais modernos tem um interpretador de comando.

Este interpretador de comandos servirá de interface entre o usuário e o Sistema, sendo capaz de executar um grupo de funções internas, tais como manipular arquivos ou interpretar arquivos de processamento em lote (que fornecem uma limitada linguagem de programação, útil para escrevermos pequenos programas compostos de uma sequência de comando do MSDOS).

Quando executado, inicialmente o COMMAND.COM procura por um arquivo chamado AUTOEXEC.BAT e, se existir, interpreta-os antes de qualquer outra operação.

Este arquivo estava residente em dois directórios sendo o primeiro no directório raiz, a inexistência desse arquivo neste directório, fazia com que o sistema operacional não iniciara-se, acusando a falta de um interpretador de comandos.

O segundo estava presente no directório C:\Windows, a inexistência desse arquivo neste directório também fazia com que o sistema não acesse o modo DOS.

SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 9X

O Windows 9x era realmente uma grande evolução comparado aos seus antecessores. Ele era muito mais fácil de usar e configurar. Entretanto, houve claramente um marketing exagerado, muitas vezes atribuindo-o características que não o possui.

Vamos a alguns exemplos:

Modo real e modo protegido
Processadores acima do 386 já possuam dois modos de operação bem distintos: o modo real e o modo protegido. No modo real o processador funcionava como se fosse um 8086, o processador utilizado no primeiro PC.

Isto significava que ele utilizava instruções de 16 bits e, o que era pior, conseguiria acessar somente 1 MB de memória. Era o caso do sistema MS-DOS: sua grande limitação era trabalhar apenas no modo real, o que fazia com que ele acesse somente 1 MB de memória (destes 1 MB, 640 KB era destinado à memória RAM).

No modo protegido, o processador conseguira trabalhar no topo de sua performance: além de instruções de 32 bits, conseguiu acessar a até 4 GB de memória, além de diversos outros recursos, em especial a multitarefa, a memória virtual e o modo virtual 8086.

O Windows 3.x trabalhava em modo protegido, e daí a sua grande vantagem: não possuir limitações de memória e poder contar com recursos avançados fornecidos pelo processador. Havia porem, um grande problema: Para o sistema operacional Windows 3.x e o MS-DOS. Qualquer operação de manipulação de arquivos necessitaria que o MS-DOS desempenhasse este papel; o Windows precisava do MS-DOS para funções básicas.

A ideia era escrever um sistema operacional de modo protegido, que não utilizasse o modo real ou o MS-DOS como base.

A Microsoft dizia que era assim que seria o Windows 95.

O Boot do Windows 9X

Porém era falsa a afirmação de que o Windows 9X não precisaria do MS-DOS. Ele passou a utilizar uma nova versão do MS-DOS (chamada de "MS-DOS 7") para o seu processo de boot e para algumas sub-rotinas não existentes em seu núcleo.

O "MS-DOS 7", porém, não trabalhava mais em modo real, mas sim no modo virtual 8086. Este modo de operação, presente no modo protegido dos processadores da época, permitiam que um processador 8086 com 1 MB fosse "simulado" em memória.

Várias sessões 8086 poderiam ser abertas simultaneamente, permitindo que vários programas escritos para o modo real fossem executados ao mesmo tempo. Havia também uma grande vantagem no modo virtual 8086: a área de memória da sessão virtual 8086 era isolada do restante da memória; era protegida. Isto evitaria que programas desastrados viessem a sobrepor sem querer.

Por que a Microsoft simplesmente não fez o Windows 9X totalmente em modo protegido? Compatibilidade.
Medo de que algum programa escrito para MS-DOS não "rodasse" no Windows 9X. Se você desse boot somente com o prompt do Windows 95 (pressionando a tecla [F8] quando aparecesse á mensagem "Iniciando Windows 95 ou 98..."), você teria carregado em seu micro uma nova versão do MS-DOS.

Pelo mesmo motivo, o arquivo que continha o código de carregamento do sistema operacional possuía o mesmo nome: IO.SYS. era neste arquivo que o "MS-DOS 7" estava armazenado. Este era o primeiro arquivo a ser carregado durante o boot do Windows 9X.

abraço Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
windows vamos aprender mais um coxe 3
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» As 10 máfias mais temidas do Mundo
» As propagandas mais chatas da TV
» Mais de 100 Brushes Diversos
» Mais novidades do Project Cafe
» Vamos conversar

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
UCAN forum :: Programação e Informática Geral :: Sistemas Operativos-
Ir para: